Acessibilidade

Em nosso último video falamos sobre a comercialização de um produto audiovisual para televisão.

Hoje nós vamos falar sobre acessibilidade.

 

 

Se você já trabalha com produção cultural há algum tempo, certamente está acostumado com o uso desta palavra em leis de incentivo e editais. Por mais que o preenchimento deste campo seja normalmente obrigatório em formulários e fichas de inscrição, na prática nem todos os produtos culturais são acessíveis a pessoas com deficiência motora, visual ou auditiva. Assim, cabe a você, produtor cultural preocupar-se com isso. Naturalmente cada vez mais as empresas têm se preocupado com a acessibilidade dos projetos que patrocina. Ainda assim, este nem sempre é um fator essencial na seleção de projetos.

 

Para permitir que seu projeto seja acessível igualitariamente a qualquer pessoa, o primeiro ponto que você deve levar em consideração é o local onde irá realizá-lo. Lembre-se que este local precisa ter rampas de acesso para cadeirantes, locais na platéia destinados à cadeiras de rodas, elevadores (no caso de espaços com escadas) e vagas identificadas em caso de estacionamento. Se seu local não conta com estes recursos, pense que esta adaptação pode ser sua responsabilidade e inclua estes custos em seu projeto. Uma visita técnica antes de fechar contrato com o espaço faz sempre uma grande diferença nesta etapa. Não sendo possível esta adaptação, pense em alterar seu local de realização.

 

Quando o assunto é acessibilidade para surdos, você pode contar com o recursos de libras. Em projetos que prevêem apresentações, você pode contratar um intérprete já na época de ensaios para conhecer seu projeto e se adequar a ele, interpretando-o ao vivo com libras em cada uma de suas apresentações. Este recurso tem sido utilizado cada vez mais em projetos de televisão, artes cênicas e até mesmo exposições. Basta uma breve pesquisa na internet para conhecer fornecedores que atendem às suas necessidades.

 

Para permitir a acessibilidade do seu projeto a pessoas cegas, os recursos são a audiodescrição e o braile. Na audiodescrição normalmente você conta com dois fornecedores. O primeiro irá fornecer o equipamento necessário para a audiodescrição (mesmo equipamento utilizado, por exemplo, em traduções simultâneas). Lembre-se de reservar um espaço na cabine de som e luz para instalar este equipamento (muitas vezes portátil) ou mesmo pense na possibilidade de montar uma cabine externa para que o profissional possa desempenhar seu trabalho em silêncio e com segurança. O segundo fornecedor é o profissional que irá audiodescrever o projeto. No caso de espetáculos de teatro, interferências de cor, descrição de cenário, reação de atores e movimentação são algumas das informações passadas por este profissional para todos que utilizam o recurso de audiodescrição. Mais uma vez, é importante prever o custo da locação do equipamento e da contratação do profissional em seu orçamento inicial para não ter surpresas depois. Gravações disponibilizadas em exposições, mostras ou livros também são consideradas audiodescrição e tem sido cada vez mais vistas em produtos culturais.

 

Já o braile é um recurso utilizado para projetos impressos, como livros, por exemplo ou mesmo em placas de identificação de exposições. É necessário contratar um profissional especializado para permitir que seu projeto conte com este recurso.

 

Por último e mais importante, é divulgar seu produto cultural para estes públicos já que ainda há poucos projetos acessíveis a população em geral. Com iniciativas como a sua, certamente iremos mudar este quadro nos próximos anos, garantir mais acessibilidade em projetos culturais e ainda ganhar mais público de uma forma geral.

 

Quer saber como elaborar um projeto cultural de forma simplificada?

 

CONHEÇA 18 AULAS EM VIDEO QUE VÃO ACOMPANHAR VOCÊ DO INÍCIO AO FIM DA ELABORAÇÃO DE SEU PROJETO:

 

Elaboração de Projetos Culturais Simplificada

 

Confira o conteúdo do curso:

 

  • AULA 1: A diferença entre ideia e projeto.
  • AULA 2: Como definir seu proponente.
  • AULA 3: Como dar um nome e batizar seu projeto.
  • AULA 4: A fórmula mágica para elaborar o objetivo de um projeto.
  • AULA 5: As palavras-chave para criar a justificativa.
  • AULA 6: O que é e como ter certeza que seu projeto atende os critérios de acessibilidade.
  • AULA 7: O que é e como respeitar os limites da democratização do acesso.
  • AULA 8: Como elaborar o cronograma ou as etapas de trabalho do seu projeto.
  • AULA 9: Como desenvolver a ficha técnica de um projeto.
  • AULA 10: A maneira mais eficiente de desenvolver a sinopse do seu projeto.
  • AULA 11:  Como reduzir o impacto ambiental do seu projeto.
  • AULA 12: O que são as outras informações que as leis e editais pedem sobre o seu projeto.
  • AULA 13: Como definir o local de seu projeto mesmo sem ter ideia de onde ele será realizado.
  • AULA 14: O que é e como prever os deslocamentos de um projeto cultural.
  • AULA 15: Como fazer um plano de divulgação para seu projeto que atenda ao mesmo tempo leis, editais e patrocinadores.
  • AULA 16: Como elaborar o plano de distribuição de seu projeto cultural de forma eficiente e dentro dos princípios das leis.
  • AULA 17: Como perder o medo do orçamento e ter certeza de que sabe exatamente quanto custa seu projeto, sem deixar nenhum item importante de fora.
  • AULA 18: Uma lista dos documentos obrigatórios de todas as leis de incentivo que vai ajudar você a estar sempre preparado para não perder nenhuma oportunidade.

 

+ 3 bônus exclusivos (Grátis!):

 

1) Template para elaboração de projetos: um passo-a-passo que vai guiar você ao longo de todas as aulas permitindo que, ao final do curso, tenha um projeto pronto para ser inscrito em leis de incentivo e editais.

 

2) Template para projeto de captação: um template de power point pronto para se transformar em seu projeto de captação, com dicas e informações para apresentar para empresas e captar recursos para seus projetos.

 

3) Modelos de planilhas de orçamento: um kit com 21 planilhas em excel formatadas para qualquer tipo de projeto com todos os itens que não podem ficar de fora de um projeto de música, teatro, dança, audiovisual, artes visuais ou literatura.

 

+ Sessão de Perguntas & Respostas:

Sessão com as dúvidas dos alunos esclarecidas para todos e com espaço para você tirar também a sua dúvida.

 

+ Todas as aulas em PDF para você baixar automaticamente em seu computador.