Leve a sério seu 2018

Hoje encontrei uma quantidade interminável de pessoas na minha academia. Não é feriado, é uma segunda-feira, eu malho na hora do almoço, está frio… Afinal, de onde surgiu toda esta gente?

Da síndrome do ano novo!

Pode ter certeza de que grande parte das pessoas que disputavam as esteiras da academia hoje não estarão lá dentro de algumas semanas. Sabe por quê? Porque elas não levam a sério seu 2018. Se motivaram com um novo começo, um novo ano, pularam sete ondinhas, comeram lentilha, romã, uva, colocaram roupa branca (ou amarela, azul, verde…) e disseram com a convicção do ano passado “este é meu ano”.

Afinal, como escapar da síndrome do ano novo e produzir de forma consistente ao longo dos próximos doze meses que temos pela frente? Hábito, rotina, metodologia e métricas. Parece complicado, mas é mais simples do que parece.

Se você se interessou por este artigo, imagino (e espero) que você tenha feito suas metas para este ano. E imagino (e espero) que as tenha colocado no papel, certo? Primeiro passo importante: colocar o que você deseja no papel. Não é na cabeça, na conversa entre amigos, muito menos na nuvem. É no papel. Escrever é o ato de registrar. E suas metas precisam de registro para que seu cérebro as valide.

Além disso é importante pensar seu ano como uma maratona e não como um sprint. Não comece indo na academia todos dias (e ainda pagando para todo o ano) se você não curte musculação, odeia pegar peso e só vai por obrigação. Se você colocou uma meta pensando em sua saúde, que tal se programar a ir ao menos uma vez por semana? Consistência!

Agora leve o exemplo da academia para sua vida geral. Parece complicado? Pegue uma folha de papel e a divida em partes: trabalho, pessoal, viagens, compras, saúde, educação… Fique à vontade para escolher as métricas que deseja, mas eu particularmente trabalho exatamente com estas.

Agora, coloque o que deseja fazer em 2018 em cada uma destas áreas. Que lugares quer o pretende conhecer? O que precisa comprar? Planeja fazer algum curso? Línguas? E no trabalho, quais são os projetos nos quais vai se dedicar este ano?

Lista pronta, sensação de que você é um super herói, mas antes de levantar voo, que tal dar uma analisada no que acabou de escrever. Suas metas são realistas? São poucas ou muitas considerando os 12 meses que tem pela frente. É possível colocar um período ou data ao lado de cada uma delas para “preencher” seu ano?

Agora sim seu 2018 parece pronto para começar. Mas antes de partir para a ação, que tal incluir na lista “levar a sério o que acabei de escrever”?

 

PS: precisa de acompanhamento nesta jornada? Saiba AQUI como o coaching pode mudar sua vida!

  • Que bom, @disqus_8DsmRcgVH9:disqus ! Fico feliz com seu comentário!

  • Glaucia Martins

    Boa a dicaaaaa. Me ativou um uppp. Obrigadooooo . Bom diaaa!!!