Qual o seu propósito?

 

Certamente  o título deste artigo já interrompeu sua timeline em algum post das redes sociais ou apareceu na chamada de alguma revista da vez.

 

De alguns tempos para cá, o tal “propósito” entrou na moda e quem não tem um para colocar em seu perfil no Linkedin ou no Facebook não está acompanhando o look do dia, de acordo com os “experts”. Se por um lado esta tendência ajudou muitas pessoas a encontrar uma forma mais criativa de definir o que ama ou o que faz, por outro, ela criou um vazio na vida de muitas outras que estão correndo atrás do rabo, tentando achar o tal “propósito” para não ficar fora da festa.

 

O que poderia ser algo para impulsionar pessoas em busca do auto-conhecimento, virou um fardo na vida de uma geração que precisa ser inteligente, bem sucedida, feliz, cult e ainda ter uma razão para viver que conecte todas as pontas do quebra-cabeças.

 

Não caia nessa. Você não está out se não tem um propósito e está feliz com o que faz, se se identifica com diversas causas e não está nem aí para esta moda ou ainda  se não sabe a sua missão no mundo, mas entende que o caminho é muito mais interessante que a chegada. Não está feliz com a sua vida neste momento? Aproveite a chance ela está te dando de reconhecer isso e dar um passo à frente em busca de um novo caminho!

 

Então, que tal mudar a pergunta de “qual o seu propósito?” para “qual a sua busca, neste momento?”. Não tem nenhum problema se você não tem todas as respostas. Afinal, quem tem? Pode apostar que experiementar algo novo e diferente a cada dia é justamente o melhor caminho para se conhecer e se descobrir.

 

Não tem um propósito? Não tem problema. Mais importante do que encontrar um neste momento é saber que nada nesta vida é permanente. Que tal colocar o foco em sua jornada?

 

 

 

Conheça nosso novo conteúdo: