Será que está na hora de abrir sua produtora?


 

Desde que fundamos a DA GAVETA em 2011, esta é uma das perguntas mais frequentes que recebemos por email.

 

Afinal, qual o momento certo para deixar de lado o medo do CNPJ e abrir sua própria produtora ?

 

Antes de responder, vale levantar a questão sobre o CNPJ emprestado, que já falamos em outros artigos.

 

Conta pra gente : você ainda não teve coragem de abrir sua própria empresa, mas já colocou seu projeto inteirinho em um edital através de um CNPJ que não é seu, confere ?

 

Pensou que estava apenas pedindo emprestado o CNPJ do amigo (que bom que é amigo), mas no fundo, no fundo, estava dando sua ideia de mãos beijadas para ele…

 

Afinal, ele é o proponente, certo ?

 

Agora que a gente já sabe que CNPJ não é nem livro nem vestido de festa para ser emprestado e voltar manchado de prosseco, chegou o momento de decidir se está na hora de abrir sua própria produtora ou não.

 

Confira aqui se você se enquadra em um destes perfis :

 

  • Você já perdeu milhares de oportunidades de leis de incentivo e editais simplesmente porque não tem coragem de assumir seus próprios projetos e sua carreira como empreendedor cultural.

 

  • Você tem medo de lidar com questões como captação de clientes ou recursos, burocracias, recursos humanos e todos aqueles assuntos de empreendedores, mas sempre que é convidado para um projeto, fica incomodado com a maneira como « o chefe » toma decisões.

 

  • Você tem medo de arriscar e se comprometer com os custos de abertura de uma empresa ou custos mensais de um contador (mesmo sem saber exatamente qual é este montante), mas continua comprometendo parte do orçamento de seus projetos para gestores e administradores sem perceber que perde muito mais dinheiro trabalhando desta forma.

 

  • Você não sabe que tipo de empresa abrir nem quanto irá gastar para isso e, portanto, é muito mais fácil continuar como está e reclamar de vez em quando que as coisas não acontecem para você.

 

  • Você tem milhões de ideias na cabeça, já sabe até o nome da empresa, a logomarca, mas ainda não encontrou o empurrãozinho que faltava para acreditar em si mesmo e seguir em frente.

 

Se você se identificou com um ou mais dos perfis descritos acima, pode apostar que sua hora chegou.

 

Vai… e se tiver medo, vai assim mesmo.

 

Procure um contador para ajudar você a definir o perfil da empresa, comece devagar, estude, avalie e busque inspirações no setor que podem ajudá-lo a assumir sua própria carreira empreendedora.

 

Você não precisa começar alugando um andar inteiro com vidro espelhado e uma vista de cair o queixo (nem lá na frente você precisa disso).

 

life-864367_640

 

Hoje em dia, diversos organismos podem ajudar você a abrir uma empresa pequena, com baixa tributação e baixos custos e começar num cantinho da sala, com uma mesa, um laptop e internet.

 

Além disso, você pode ter um site, uma página no facebook, um controlador financeiro e mais uma série de ferramentas que vão ajudar você a começar o seu negócio sem gastar um único tostão !

 

Mas atenção: a ideia aqui é mostrar como o setor cultural é capaz de trabalhar de forma justa, correta e dentro da lei. Jamais incentive qualquer profissional a abrir uma empresa caso ele não esteja apto a arcar com as responsabilidades disso! Valorize sua equipe, valorize seu setor, pague seus profissionais de forma correta, pague seus impostos em dia e mostre como você é capaz de ser o responsável por uma empresa que pode servir de exemplo para os demais.

 

Aceite o desafio e mude sua mentalidade.

 

entrepreneur-593357_640

 

Empreenda, acredite em seus projetos, dê passos maiores e você verá que suas próprias decisões serão o estímulo que faltava para alcançar seu sucesso !

 

Ao trabalho ! E conte com a gente !

 

 

Livro Eu tenho um projeto

 

  • Oi @disqus_hNoaaCo66s:disqus, fico feliz que se identifique com o texto… saiba que isso é natural mesmo. A dica que eu dou é dar um passo de cada vez (baby steps) e vá devagar planejando o crescimento do seu negócio. Precisando de apoio e torcida, estamos por aqui! :)

  • Cris

    Nossa, me vi em vários momentos do texto! Também concordo com o que foi dito, mas a insegurança de principiante me persegue…

  • Oi @juferraz:disqus, que bacana! Fico feliz em estar acompanhando de perto esta sua nova fase! Sucesso!

  • Ju Ferraz

    O melhor post que eu já li. Me enquadrei em todos os itens!!!!!!! Chegou a hora mesmo. ;)